Como Eram as Pessoas Salvas Antes de Cristo?

Print Friendly, PDF & Email

How Were People Saved Before Christ?

Como Cristãos, acreditamos que somos salvos pela graça de Deus, através da fé no Salvador (Jesus Cristo); é fé somente, em Cristo somente. A salvação, então, é dependente de algo que Deus tem feito para nós ao invés de algo que nós fazemos para nós mesmos. Sabemos que as nossas boas obras simplesmente não nos podem salvar, e também reconhecemos que Jesus fez tudo necessário por nós; Ele morreu na cruz para pagar o preço de nosso pecado. Da cosmovisão Cristã, Deus não existe somente, mas Ele tem algo para nos salvar e tudo que Ele requere é que nós coloquemos a nossa fé em Jesus para nossa salvação. Mas o que dizer de todas aquelas pessoas que viveram e morreram antes de Jesus nascer? Se a fé em Jesus for necessária, como eles poderiam ser salvos antes de seu aparecimento? Bem, aqueles que viveram antes de Jesus foram salvos exatamente da mesma forma que você e eu somos salvos; pela graça de Deus e através da fé deles no Salvador! Aqueles que viveram antes de Jesus entenderam o que é a graça e eles colocaram a fé deles no Redentor que está vindo…

Aqueles que viveram antes de Jesus foram salvos exatamente da mesma forma que você e eu somos salvos; pela graça de Deus e através da fé deles no Salvador! Click To Tweet

ELES ENTENDERAM A GRAÇA
Esses crentes primitivos amavam a Deus e queriam viver com ele para sempre. Eles ouviam atentamente às palavras de Deus ao passo que estas eram reveladas pelos profetas e a escritura. Como resultado, eles entenderam a natureza da graça. Davi, por exemplo, escreveu sobre o perdão e a graça de Deus:

Salmos 32:1-5
Bem-Aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano. Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Selá. Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. Selá.

Davi estava completamente ciente da natureza do dom gratuito de Deus da salvação, e Paulo deixa isso claro para nós quando ele descreve o conhecimento que Davi tinha a este respeito:

Romanos 4:6-8
Assim também Davi declara bem-aventurado o homem a quem Deus imputa a justiça sem as obras, dizendo:

Bem-aventurados aqueles cujas maldades são perdoadas, E cujos pecados são cobertos.

Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado.

Davi claramente entendeu que todos nós somos pecadores que devemos ser salvos pela Graça de nosso Deus (como Paulo diz, “sem as obras”). Davi não era o único crente da antiguidade que sabia que eles seriam salvos pela fé deles, mesmo que o Salvador ainda não havia chegado. O Novo Testamento nos diz que os nossos heróis da fé entenderam o papel que a fé desempenhou na salvação deles:

Hebreus 11:13
Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.

Esses crentes da antiguidade certamente sabiam que suas boas obras não poderia salvá-los; como Isaías, eles sabiam que a ‘bondade’ deles não era ‘bom o suficiente’:

Isaías 64:6
Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam.

Os crentes da antiguidade também sabiam que o padrão de Deus era impossivelmente alto. Eles sabiam que quando eram comparados a Deus, eles ficaram aquém do alvo e, como Davi, eles sabiam que até mesmo sacrifícios de animais não agradaria um Deus Santo:

Salmo 40:6
Sacrifício e oferta não quiseste; os meus ouvidos abriste; holocausto e expiação pelo pecado não reclamaste.

ELES ESPERAVAM UM MESSIAS
Os crentes da antiguidade sabiam que as próprias obras deles eram repetidamente insuficientes aos olhos de um Deus Santo. Com o conhecimento limitado de Deus que lhes foram dados naquela época, eles entenderam que Deus teria que fazer algo dramático para salvá-los. Os seguidores de Deus que viveram antes de Jesus colocavam a fé deles no Salvador que estava por vir e que foi descrito desde os primórdios dos tempos. Deus disse a Adão e Eva que um de seus descendentes eventualmente derrotaria Satanás…

Gênesis 3:15
E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.

Abraão entendeu que Deus providenciaria um sacrifício para o pecado, assim como ele entendeu que Deus providenciaria um sacrifício substitutivo para tomar o lugar de seu próprio filho quando Deus chamou Abraão para sacrificar Isaque:

Gênesis 22:28
E disse Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. Assim caminharam ambos juntos.

Revendo, milhares de anos atrás, Paulo nos lembra de que a fé de Abraão salvou-o. Abraão levou Isaque ao ponto do sacrifício, completamente esperando que Deus, em Sua bondade, providenciaria um “cordeiro”:

Romanos 4:3
Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.

Embora Abraão não tenha nunca completamente entendido o papel que Jesus desempenharia algum dia, ou a forma exata em que Deus viria à terra para ser um sacrifício para todos aqueles em necessidade desesperada de um Salvador, ele sabia que Deus completaria tudo o que ele havia prometido e ele olharia adiante ao dia da vinda do Messias:

João 8:56
Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.

Jó teve uma expectativa e esperança parecida por um Redentor. Ele sabia que Deus, de alguma maneira, salvá-lo-ia, mesmo se ele estivesse incerto sobre os detalhes exatos:

Jó 19:25-26
Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra. E depois de consumida a minha pele, contudo ainda em minha carne verei a Deus…

De uma forma semelhante, Moisés também esperava e acreditava na vinda do Messias, e ele antecipou a recompensa da Salvação:

Hebreus 11:26
Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa.

Moisés até escreveu uma escritura que apontava para a vinda do Senhor!

João 5:46
Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele.

E Moisés não estava solzinho. Sabemos que muitos dos profetas do Velho Testamento e homens sábios também falaram da vinda do Salvador. Enoque, por exemplo, falou sobre a segunda vinda do Messias:

Judas 14
E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos…

Embora Enoque não escrevesse sobre isto na escritura, é razoável assumir que ele também falou sobre a primeira vinda de Jesus e sua missão na terra! Crentes escutaram acerca do Messias de seus profetas que claramente descreveram onde Ele nasceria:

Miqueias 5:2
E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.

Os profetas também descreveram como o Messias seria traído:

Zacarias 11:12
Porque eu lhes disse: Se parece bem aos vossos olhos, dai-me o meu salário e, se não, deixai-o. E pesaram o meu salário, trinta moedas de prata.

Os profetas também descreveram como o Messias morreria:

Isaías 53:5
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

E os profetas também descreveram o fato de que o Messias seria ressuscitado:

Salmos 16:10
Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.

Isaías 26:19
Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos.

De fato, tanto foi escrito e predito sobre o Salvador, mesmo aqueles que precederam Jesus foram capazes de reconhecer a Sua chegada!

Atos 10:43
A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.

Os detalhes eram claros para aqueles que honestamente amavam a Deus suficientemente para examinar as escrituras. Por isso que Jesus esperava que alguém como Nicodemos entendesse a verdade do Evangelho até mesmo antes de Sua (Jesus) aparição:

João 3:10
Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto?

UMA FÉ SUFICIENTE SOMENTE NO MESSIAS SOMENTE
Os santos do Velho Testamento entendiam o papel e a importância da fé, e eles esperavam a vinda do Redentor e Messias que os salvaria. Eles realmente não deveriam nos surpreender, porque de acordo com a Bíblia, o sacrifício de Jesus na cruz foi planejado por Deus desde o começo do tempo.

Apocalipse 13:8
E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.

Aqueles que amaram a Deus e viveram antes que Jesus soubesse que os seus pecados seria expiados pelo sacrifício deste Salvador.

Isaías 53:6
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

Romanos 3:25
Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus;

Assim como nós, estes crentes da antiguidade foram salvos pela graça somente, por meio do Salvador somente, mesmo se o entendimento deles acerca do Salvador não fosse tão completo como o nosso hoje. Alguns podem argumentar que a fé deles era incompleta; eles não entenderam a exata identidade do Messias, e eles não sabiam exatamente como Deus cumpriria o sacrifício necessário para salvá-los. Mas pense um pouco sobre isso. Quem dentre nós tem uma fé verdadeiramente ‘completa’? Se você for um Cristão, é você ‘completamente’ conhecedor em relação a tudo que possa ser conhecível sobre Deus, o Salvador deste e o plano de Salvação? Que nível de teólogo você deve ser para ser salvo? Deve a sua fé ser ‘completa’ ou há algum nível de ‘suficiência’ requerido? O quanto que você precisa ‘saber’ para ‘saber’ se você está salvo?

Assim como nós, os santos do Velho Testamento fizeram o máximo que podia com o que foi revelado a eles. Click To Tweet

Você consegue responder todas as perguntas acerca da Trindade, por exemplo? Você entende completamente como é que Jesus pôde ser completamente humano e mesmo assim completamente Deus ao mesmo tempo? A sua falta de entendimento ‘pleno’ o desqualifica da Salvação? De cada um de nós é esperado fazer o máximo que podemos fazer com a informação que temos. Um dia, cada um de nós será responsabilizado pela informação que recebemos de Deus. Seremos perguntados: “O que você fez com o que eu revelei a você?” Assim como nós, os santos do Velho Testamento fizeram o máximo que podia com o que foi revelado a eles. Eles depositaram toda a sua fé em tudo o que Deus lhes havia dado. E essa fé em Deus e em Sua promessa de um Salvador futuro foi suficiente para eles serem incluídos na família de Deus.

J. Warner Wallace é um detetive de casos de homicído arquivados, defensor do Cristianismo, pesquisador sênior do Colson Center for Christian Worldview, professor associado de apologética na Universidade de Biola e autor de Cristianismo Cold-Case , Cena do crime de Deus, e Fé Forense.

Mais artigos em português AQUI. Leia a tradução original AQUI.

Check Also

From Where Does Value Come?

One of my uncles had a comic book collection; he left it at my grandmother’s …