A Cosmologia do Big Bang é Consistente com as Escrituras?

Print Friendly, PDF & Email

Big Bang Cosmology is Consistent with Scripture

A crença científica de que tudo no universo veio do nada antes que houvesse um “Big Bang”, ou um momento de criação, é algo que todos os cristãos e os cientistas podem concordar, diz um conhecido apologista cristão. Além disso, J. Warner Wallace argumenta que a premissa principal da cosmologia do Big Bang, que tudo veio do nada, é consistente com as Escrituras.

A crença científica de que tudo no universo veio do nada antes que houvesse um “Big Bang”, ou um momento de criação, é algo que todos os cristãos e os cientistas podem concordar. Click To Tweet

“Há boas razões científicas para acreditar, boas razões de prova para acreditar que todo o espaço, tempo, matéria tiveram um começo. Essa ideia de que tudo (espaço, tempo e matéria) veio do nada é a premissa fundamental da cosmologia do Big Bang”, disse Wallace disse ao The Christian Post. “Acontece que a proposta principal é absolutamente coerente com o que vemos nas Escrituras – que Deus criou tudo do nada e aquele momento de criação é algo que eu vejo como tendo boas evidências para apoiar a cosmologia do Big Bang.”

Wallace, que recentemente lançou seu livro, Cold-Case Christianity (Arquivos do Cristianismo), disse que existem algumas igrejas que têm uma certa visão da terra ou o modelo de criação e por qualquer motivo estão hesitantes em abraçar até mesmo a noção da cosmologia do Big Bang.

“Se você reduzi-lo à sua essência, é que tudo veio do nada e eu acho que é uma premissa à qual a maioria dos cristãos afirmaria”, disse ele. “A visão cristã da Criação e cosmologia do Big Bang não entram em conflito.”

Wallace explicou que normalmente os cristãos que mantêm em um modelo de “terra jovem” da Criação tem um problema com a resolução da idade do universo com a cosmologia do Big Bang porque implica que o universo tem bilhões de anos de idade.

“Do meu ponto de vista isso é um argumento em separado”, disse ele.

“Que o universo veio do nada é um ponto de acordo entre cristãos e cientistas que abraçam a cosmologia do Big Bang. Esta é uma área em que nós dois podemos concordar. Podemos divergir e argumentar sobre a idade do universo, que alguns cristãos aceitam uma idade antiga do universo e que não teriam nenhum problema com a idade do universo”, continuou Wallace. “Outros cristãos diriam: ‘Não, eu acredito em um universo mais jovem’, e nós podemos ter esse argumento. Mas a questão sobre se tudo veio ou não do nada é um ponto de concordância entre o que a ciência e o que as Escrituras revelam.“

Ele também argumenta que simplesmente porque ele reconhece a cosmologia do Big Bang não significa que ele está afirmando todas as “respostas naturais” científicas às perguntas sobre a terra e o universo.

“Eu não estou dizendo que quando eu abraço a cosmologia do Big Bang só posso encontrar respostas que são descritas pelas leis da física, causas físicas”, disse Wallace. “Existem muitas causas que são sobrenaturais. Deus está envolvido no processo criativo, ponto”.

A questão torna-se, “o que é suficiente para causar o início de todo o espaço, tempo e matéria?”

“Parece-me que a “coisa teria que ser muito poderosa”, disse Wallace. “O que vemos como o resultado da ciência olhando para questões como a segunda lei da termodinâmica, a radiação cósmica de fundo que vemos no universo,… Estas são coisas que apontam para um passado e um começo … e mais e mais pessoas estão dispostas a aceitar [essa premissa]”.

“Isso, para os cristãos, deve soar familiar, porque isso é o que vemos em Gênesis 1, onde Deus traz à existência tudo a partir do nada.”

Ele acrescenta: “É razoável dizer que big bangs exigem grandes inícios. O que estamos realmente dizendo é que o grande iniciador aqui é Deus.”

É razoável dizer que big bangs exigem grandes inícios. O que estamos realmente dizendo é que o grande iniciador aqui é Deus. Click To Tweet

Wallace, que é um famoso detetive de homicídios e ex-ateu, é um dos vários apologistas cristãos programados para falar e participar de discussões do painel no estande para 20ª Conferência de Aniversário de Stand to Reason na Universidade Biola, em La Mirada, Calif., neste fim de semana . Ele se tornou um seguidor de Cristo, em 1996, e tomou uma abordagem probatória a verdade à medida em que examinou a cosmovisão cristã. Ele obteve um mestrado em Estudos Teológicos do Seminário Teológico Batista Golden Gate.

J. Warner Wallace é um detetive de casos de homicído arquivados, defensor do Cristianismo, pesquisador sênior do Colson Center for Christian Worldview, professor associado de apologética na Universidade de Biola e autor de Cristianismo Cold-Case , Cena do crime de Deus, e Fé Forense.

Mais artigos em português AQUI. Leia a tradução original AQUI.

Check Also

Quick Shot: “There is no such thing as sin”

Our “Quick Shot” series offers brief answers to common objections to the Christian worldview. Each …